sexta-feira, 19 de junho de 2009

Uma mulher de Armas

Foto:ATP
Isabel do Carmo, a jovem revolucionária que marcou o 25 de Abril, pela sua participação activa no PRP – BR (Brigadas Revolucionárias) no período quente do PREC (Processo Revolucionário em Curso) era, até ontem, para mim um mito e uma lenda.

Naquele tempo uma mulher, jovem e vistosa, com uma arma era uma coisa impossível!

Hoje, passados quase 35 anos, percebi que a Doutora Isabel do Carmo, com uma obra profissional incrível na área da medicina, é uma mulher de causas.

Tive o prazer de privar com ela ao jantar e de esclarecer que a Doutora Isabel do Carmo, afinal, mal sabia distinguir um revólver de uma metralhadora, mas era indiscutível e naturalmente, uma líder de massas.

Quis o acaso, que, finalmente, após todos estes anos, eu tenha sabido de viva voz o que Isabel do Carmo disse a Otelo Saraiva de Carvalho (o cérebro da revolução de Abril) durante a ocupação pelas massas populares do Palácio Foz em Lisboa.

Prometo agora ao meu Pai, que naquele momento me dizia que queria ser mosca para saber o que se estava a passar no centro do poder, que um dia, não sei ainda aonde, lhe contarei o que ouvi.

E o que ouvi certifica, sem qualquer dúvida, que é mesmo uma mulher de armas.


Foto: João Cláudio Fernandes

E o Céu Empalideceu!



Já é hora de ocaso mas o sol brilha ainda intensamente no céu.

As passadas vigorosas, a cabeça firme, o olhar confiante, prometem um final feliz, num ambiente calmo, paradisíaco e de amor.

Mas, há sempre um mas, de súbito o sol deixa de brilhar e empalidece.

Porquê esta repentina mudança que nos deixa sem força para prosseguir o caminho?

Porquê esta situação que nos preenche permanentemente o pensamento e nos humedece os olhos?

Porque a vida é mesmo assim!

Amanhã é outro dia e de certeza que o sol brilhará!

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Uma Geração a Ferver!

video

Come on, let's twist again. Clap your hands!